Entrada Destaque CDE: Rapid 6 de fevereiro

CDE: Rapid 6 de fevereiro

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

alt

COMUNICADO DE IMPRENSA

 

Lisboa, 6 de fevereiro de 2018

 

  • Estratégia para os Balcãs Ocidentais: UE apresenta novas iniciativas emblemáticas e compromete-se a apoiar as reformas na região

A Comissão adotou hoje uma estratégia intitulada «Perspetivas de alargamento credíveis e reforço do empenhamento da UE nos Balcãs Ocidentais». Tal como anunciado pelo Presidente Jean-Claude Juncker no seu discurso sobre o Estado da União de 2017, a Comissão adotou hoje uma estratégia intitulada «Perspetivas de alargamento credíveis e reforço do empenhamento da UE nos Balcãs Ocidentais», confirmando que o futuro europeu da região constitui um investimento geoestratégico numa Europa estável, forte e unida, assente em valores comuns. A estratégia expõe as prioridades e áreas de cooperação reforçada, abordando os desafios específicos que os Balcãs Ocidentais enfrentam, em especial a necessidade de realizar reformas fundamentais e de instaurar relações de boa vizinhança. Perspetivas de alargamento credíveis exigem esforços sustentados e reformas irreversíveis. Os progressos na trajetória europeia constituem um processo objetivo e baseado no mérito, que depende dos resultados concretos alcançados por cada país.

(Desenvolvimento em IP-18-561 e em MEMO-18-562)

 

  • Negociações comerciais entre a UE e o Chile: Comissão publica as suas propostas e relatórios sobre os progressos realizados

Em conformidade com o seu compromisso de transparência, a Comissão publicou hoje 18 propostas de redação inicial da UE, que definem a posição da UE em domínios específicos das negociações relativas a um novo e moderno acordo comercial entre a UE e o Chile. A Comissão também publicou um relatório sobre a segunda ronda de negociações, que teve lugar em Santiago (Chile), de 15 a 19 de janeiro de 2018. Estas propostas constituíram o primeiro debate de fundo sobre o comércio após o início das conversações em novembro do ano passado. As equipas de negociação abrangeram um vasto leque de questões, como a facilitação dos procedimentos aduaneiros, o comércio de serviços, investimento, concorrência, regras de origem e direitos de propriedade intelectual.

(Mais informações neste sítio Web)

 

  • Relatório trimestral sobre a área do euro

A Direção-Geral para os Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia publicou a mais recente edição do relatório trimestral sobre a área do euro, que inclui uma análise aprofundada de temas económicos específicos. Na presente edição, os economistas exploram as múltiplas dimensões da convergência económica e debatem as eventuais implicações políticas. Além disso, o relatório analisa os efeitos da incerteza quanto à economia da área do euro, bem como os efeitos a longo prazo da crise económica e financeira para o mercado de trabalho. Foi igualmente analisada a dinâmica recente dos mercados da habitação na Europa e apresenta-se uma análise dos efeitos dos programas de aquisição de ativos do BCE sobre os fluxos de capitais. O Vol. 16, n.º 3 (2017) do QREA está agora disponível em linha neste sítio Web.

 

  • Dia da Internet Mais Segura: Comissária Mariya Gabriel lança uma série de iniciativas para uma #SaferInternet4EU em 2018

Assinala-se hoje o 15.º Dia da Internet Mais Segura. Por ocasião deste acontecimento anual, a Comissária responsável pela Economia e Sociedade Digitais, Mariya Gabriel, lançou no Parlamento Europeu em Estrasburgo as iniciativas #SaferInternet4EU a nível da UE que terão lugar ao longo de 2018. As iniciativas estimularão a «ciber-higiene», a literacia mediática, o pensamento crítico e as competências digitais. Além disso, as iniciativas vão aumentar a sensibilização do público para os riscos da Internet na sociedade, prestando especial atenção às crianças.

(Mais informações neste sítio Web)

 

  • Nova descoberta de investigadores financiados pela UE: planetas TRAPPIST-1 compostos por grandes quantidades de água

Onde há água, pode haver vida. Uma equipa internacional liderada por Michaël Gillon, investigador na Universidade de Liège financiado pela União Europeia, publicou ontem quatro estudos confirmam a natureza terrestre e globalmente rochosa dos planetas TRAPPIST-1, sugerindo composições mais ricas em água que na Terra. A água poderá representar até 5 % da massa total dos planetas, ou seja, 250 vezes mais que na Terra. Os planetas mais distantes da estrela poderão também estar inteiramente cobertos de gelo. O Comissário Carlos Moedas, responsável pela Investigação, Ciência e Inovação, declarou: «Menos de um ano após o anúncio da descoberta excecional de um novo sistema de sete planetas, a equipa de Michaël Gillon revolucionou, mais uma vez, os nossos conhecimentos e abre perspetivas nunca exploradas. A União Europeia fez novamente uma escolha ambiciosa, apostando, há já cinco anos, neste projeto e atribuindo-lhe uma bolsa do Conselho Europeu de Investigação». O investigador beneficiou de 1,96 milhões de euros em financiamentos do Conselho Europeu de Investigação para este projeto.

 

Para mais informações sobre assuntos europeus:

http://ec.europa.eu/portugal