Entrada Destaque CDE: Rapid 3 de agosto

CDE: Rapid 3 de agosto

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

alt

COMUNICADO DE IMPRENSA

 

Lisboa, 3 de agosto de 2017

 

  • Presidente Juncker: Novas sanções os EUA contra a Rússia só após consulta dos aliados

Na sequência da assinatura, por Donald Trump, de sanções mais rigorosas dos Estados Unidos à Rússia, o Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, expressou o seu agrado, em princípio, sobre o abrandamento da medida, após a UE ter manifestado as suas preocupações. «Declarei na Cimeira do G7 em Taormina, na Itália, e na Cimeira do G20 em Hamburgo, na Alemanha, que se os americanos continuassem [com a adoção de novas sanções], estaríamos prontos a reagir adequadamente numa questão de dias. Em resultado, uma parte significativa das sanções evocadas contra a Rússia foram abandonadas. Além disso, o Congresso dos Estados Unidos comprometeu?se agora a apenas aplicar sanções após consulta dos seus aliados. E eu acredito que ainda somos aliados dos Estados Unidos», disse o Presidente Juncker. Desta forma, os interesses europeus podem ser tidos em consideração na implementação das sanções. Caso contrário o Presidente da Comissão Europeia reserva-se o direito de tomar as medidas adequadas. Se as sanções americanas colocarem especificamente em situação de desvantagem empresas da UE que negoceiam com a Rússia no setor da energia, a UE está preparada para tomar as medidas apropriadas em resposta numa questão de dias.

(Desenvolvimento em STATEMENT-17-2302)

 

  • Volume do comércio a retalho sobe 0,5 % na área do euro, 0,4 % na UE e 2,4 % em Portugal

Em junho deste ano, em comparação com o mês anterior, o volume do comércio a retalho, em valores corrigidos de sazonalidade, subiu 0,5 % na área do euro, 0,4 % na UE e 2,4 % em Portugal, segundo estimativas do Eurostat, o Serviço de Estatística da União Europeia. Em maio, o volume do comércio a retalho aumentou 0,4 % na área do euro e 0,3 % na UE, tendo registado uma diminuição de 0,1 % em Portugal. Em termos homólogos, ou seja em comparação com o mês de junho do ano passado, registou-se em junho de 2017 uma subida de 3,1 % na área do euro e na UE e de 5,3 % em Portugal.

(Desenvolvimento em STAT-17-2301)

 

Para mais informações sobre assuntos europeus:

http://ec.europa.eu/portugal