Entrada

Unidade de Documentação e Arquivo - UDA

CDE: Rapid 14 de junho

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF


Comunicado de imprensa

Lisboa, 14 de junho de 2018.

  • Orçamento da UE: Tornar a União Europeia apta para o seu papel como interveniente forte ao nível mundial
    Para o próximo orçamento de longo prazo da UE para 2021-2027, a Comissão Europeia propõe um aumento do orçamento da ação externa para 123 mil milhões de EUR, a fim de simplificar sensivelmente a sua estrutura e torná-lo muito mais flexível e eficaz para fazer face aos desafios globais da atualidade. O orçamento da ação externa será o principal instrumento da UE para apoiar os países parceiros nas suas transformações políticas e económicas rumo ao desenvolvimento sustentável, à estabilidade, à consolidação da democracia, ao desenvolvimento socioeconómico e à erradicação da pobreza. Permitirá também à UE continuar a prestar assistência humanitária em todo o mundo. No que respeita à vizinhança da UE, será também um instrumento para ajudar os países vizinhos na sua aproximação económica ao mercado único da UE.
    (Desenvolvimento em IP-18-4086)
     
  • Inquérito Eurobarómetro Standard da primavera de 2018: A um ano das eleições europeias, a confiança na União e o otimismo quanto ao futuro estão a aumentar
    Segundo um inquérito do Eurobarómetro publicado hoje, a maioria dos europeus considera que a situação da economia é boa e está otimista quanto ao futuro. A confiança na União está a aumentar e o apoio à União Económica e Monetária atingiu o seu nível mais elevado. Cada vez mais cidadãos sentem que as principais políticas da União lhes trouxeram benefícios e dois terços dos europeus defendem uma UE forte no que toca ao comércio. Por último, a maioria dos europeus tem uma imagem positiva da UE e a percentagem de pessoas que consideram que a sua voz conta atingiu o seu nível mais elevado desde 2004. Estes são alguns dos principais resultados do último inquérito Eurobarómetro Standard realizado entre 17 e 28 de março e publicado hoje.
    (Desenvolvimento em IP-18-4148)
     
  • Europe leads the global clean energy transition: Commission welcomes ambitious agreement on further renewable energy development in the EU
    This morning, an ambitious political agreement on increasing renewable energy use in Europe was reached between negotiators from the Commission, the European Parliament and the Council. Today's deal means that two out of the 8 legislative proposals in the Clean Energy for All Europeans package (adopted by the European Commission on 30 November 2016, IP/16/4009) have been already agreed by the co-legislators. The new regulatory framework includes a binding renewable energy target for the EU for 2030 of 32% with an upwards revision clause by 2023. This will greatly contribute to the Commission's political priority as expressed by President Juncker in 2014 for the European Union to become the world number one in renewables. This will allow Europe to keep its leadership role in the fight against climate change, in the clean energy transition and in meeting the goals set by the Paris Agreement. Read the full statement here.
     
  • Dualidade de critérios na qualidade dos produtos alimentares: Comissão Europeia publica a metodologia de ensaio comum
    A Comissão Europeia acaba de publicar uma nova metodologia comum para comparar a qualidade dos produtos alimentares em toda a UE. O Centro Comum de Investigação apresenta hoje a metodologia, por ocasião de uma reunião do Fórum de Alto Nível sobre a melhoria do funcionamento da cadeia de abastecimento alimentar. Esta iniciativa complementa as medidas já adotadas pela Comissão na sequência do discurso do Estado da União do Presidente Juncker. Sob a coordenação do Centro Comum de Investigação, os laboratórios de uma série de Estados-Membros da UE aplicarão esta metodologia numa campanha de ensaios pan-europeia destinada a recolher dados sobre o âmbito da questão da qualidade dual. Os primeiros resultados deverão estar disponíveis no final de 2018. 
    (Desenvolvimento em IP-18-4122)
     
  • Sécurité aérienne: la Commission retire toutes les compagnies aériennes d'Indonésie de la liste des transporteurs aériens faisant l'objet d'une interdiction ou de restrictions d'exploitation dans l'UE
    Aujourd'hui, la Commission européenne a aujourd'hui mis à jour la liste des compagnies aériennes interdites dans l'UE, autrement dit la liste des transporteurs aériens faisant l'objet d'une interdiction ou de restrictions d'exploitation car ils ne respectent pas les normes internationales de sécurité. Avec cette mise à jour, toutes les compagnies aériennes certifiées en Indonésie ont été retirées de la liste, compte tenu des progrès en matière de sécurité aérienne qui ont été constatés dans ce pays. Par ailleurs, dans le cadre des efforts de l'UE pour rendre son espace aérien européen aussi sûr que possible, Eurocontrol déploie aujourd'hui un nouveau système qui interdira l'accès de l'espace aérien européen aux avions dangereux. Plus d'information est disponible dans un communiqué de presse en EN, FR et DE.
     
  • Artificial intelligence: Commission appoints expert group and launches European AI Alliance
    Today, the Commission appointed 52 experts to advise the Commission on artificial intelligence (AI) and set up a collaboration platform to help build a community of stakeholders – the European AI Alliance. The expert group will help the Commission implement the European approach on AI presented on 25 April (press release, Q&A and factsheet). More specifically the experts will draft ethical guidelines by the end of this year and a set of recommendations by mid-2019. They will build on contributions from stakeholders through the European AI Alliance. Everyone interested in AI can join the European AI Alliance and address all aspects of AI in discussions via the platform and via dedicated events. Facilitating multistakeholder dialogue on how to advance AI innovation to increase trust and adoption, and to inform future policy discussions, is a commitment made as part of the recent G7's Charlevoix Common Vision for the Future of Artificial Intelligence. It is also a key element of the European approach on AI and the Declaration of Cooperation on AI signed by 28 European countries. AI Alliance platform can be accessed here. Full list of experts is available here.

Actualizado Sexta-feira, 15 Junho 2018 13:21
 

Biblioteca / Library: Novidades / News

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

alt

TÍTULO: A militância melancólica ou a figura de autor em José Gomes Ferreira


COTA: 869.0.09 CAR Mil

alt

TÍTULO: Manual prático de financiamento da atividade e do investimento para a fileira da construção / APCMC - Associação Portuguesa de Comerciantes de Materiais de Construção


COTA: 624 APCMC Man

 

alt

TÍTULO: Hidráulica [Recurso eletrónico] : aulas práticas / Sérgio António Neves Lousada, Rafael Freitas Camacho


COTA: DVD-R 626 LOU Hid

 

Biblioteca / Livros: Oferta do Prof. Doutor Samuel Mateus

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

 

alt

TÍTULO: Introdução à retórica no séc. XXI / Samuel Mateus


COTA: 82.085 MAT Int

 

CDE: Rapid 13 de junho

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Comunicado de imprensa

Lisboa, 13 de junho de 2018.

  • Orçamento da UE: Reforçar o papel da UE como garante de segurança e defesa
    No próximo orçamento de longo prazo da UE para o período de 2021-2027, a Comissão propõe aumentar a autonomia estratégica da UE, fortalecer a sua capacidade de proteger os seus cidadãos e reforçar a posição da UE a nível mundial. Um Fundo Europeu de Defesa, com uma dotação de 13 mil milhões de EUR, garantirá a capacidade financeira necessária para realizar investimentos transfronteiras em tecnologias e equipamentos de ponta plenamente interoperáveis em áreas como os programas informáticos encriptados e a tecnologia associada aos drones. Além disso, a Alta Representante, com o apoio da Comissão, propõe hoje uma nova Facilidade Europeia de Apoio à Paz dotada de 10,5 mil milhões de euros. Trata-se de um instrumento fora do orçamento de longo prazo da UE que contribuirá para melhorar a capacidade da UE de prevenir conflitos, construir a paz e garantir a segurança internacional.
    (Desenvolvimento em IP-18-4121, em MEMO-18-4129 e em MEMO-18-4128)
  • Orçamento da UE: 4,8 mil milhões de euros em financiamento da segurança para uma Europa que protege
    Para o próximo orçamento de longo prazo da UE para o período de 2021-2027, a Comissão Europeia propõe aumentar substancialmente o financiamento atual em matéria de segurança de 3,5 mil milhões de euros para 4,8 mil milhões de euros. Com ameaças cada vez mais complexas e de natureza internacional, os fundos da UE podem contribuir para construir uma União resiliente a futuros desafios em matéria de segurança e melhor equipada para dar resposta a situações de emergência. O reforço de 2,5 mil milhões de euros ao abrigo do Fundo para a Segurança Interna (FSI) é complementado por cerca de 1,2 mil milhões de euros para o desmantelamento seguro das atividades nucleares em alguns Estados-Membros, e vem juntar-se ao montante de 1,1 mil milhões de euros para as agências da UE mais fortes no domínio da segurança.
    (Desenvolvimento em IP-18-4125)
  • Uma Europa que protege: UE procura reforçar a resiliência e combater melhor as ameaças híbridas
    Na sequência do ataque de Salisbury e do convite formulado pelo Conselho Europeu, a Comissão Europeia e a Alta Representante propuseram hoje que fossem adotadas novas medidas para dar seguimento aos esforços já envidados para combater as ameaças híbridas, assim como as ameaças químicas, biológicas, radiológicas e nucleares (QBRN). Foram também divulgadas informações sobre a execução global do quadro comum em matéria de luta contra as ameaças híbridas. A Comissão publicou ainda um balanço dos progressos realizados quanto aos mais importantes dossiês em matéria de segurança, nomeadamente o Plano de Ação QBRN.
    (Desenvolvimento em IP-18-4123)
  • Emprego sobe 0,4 % na área do euro e na UE e 1 % em Portugal
    No primeiro trimestre de 2018, em comparação com o trimestre anterior, o número de pessoas empregadas aumentou 0,4 % na área do euro e na UE e 1 % em Portugal, segundo as estimativas das contas nacionais publicadas pelo Eurostat, o Serviço de Estatística da União Europeia. No quarto trimestre de 2017, o emprego cresceu 0,3 % na área do euro, 0,2 % na UE e 0,7 % em Portugal. Em comparação com o primeiro trimestre do ano passado, a taxa de emprego cresceu, no primeiro trimestre de 2018, 1,4 % na área do euro e na UE e 3,2 % em Portugal.
    (Desenvolvimento em STAT-18-4147)
  • Produção industrial desce 0,9 % na área do euro, 0,8 % na UE e 3,1 % em Portugal
    Em abril deste ano, em comparação com o mês anterior e em valores corrigidos de sazonalidade, a produção industrial desceu 0,9 % na área do euro, 0,8 % na UE e 3,1 % em Portugal, segundo estimativas do Eurostat, o Serviço de Estatística da União Europeia. Em março de 2018, a produção industrial aumentou 0,6 % na área do euro e 4 % em Portugal. Em termos homólogos, ou seja em comparação com o mês de abril de 2017, a produção industrial registou, em abril de 2018, uma subida de 1,7 % na área do euro e na UE e de 3,8 % em Portugal.
    (Desenvolvimento em STAT-18-4146)

 

Biblioteca: Mestrados / Library: Master's Degree

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

alt

TÍTULO: A influência da prática desportiva no desenvolvimento da aptidão física em escolares do ensino fundamental e médio do Município de Borba-Amazonas / Mayza Batalha Mendonça


COTA: T/M 796 MEN Inf

alt

TÍTULO: A influência da prática desportiva no desenvolvimento da aptidão física em escolares do ensino fundamental e médio do Município de Borba-Amazonas [Recurso eletrónico] / Mayza Batalha Mendonça


COTA: T/MCD-R 796 MEN Inf

 

alt

TÍTULO: Relatório de estágio apresentado à Universidade da Madeira para obtenção do Grau de Mestre em Educação Pré-escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico / Ana Carolina Miranda Spínola


COTA: T/M 37 SPÍ Rel

 

alt

TÍTULO: Relatório de estágio apresentado à Universidade da Madeira para obtenção do Grau de Mestre em Educação Pré-escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico [Recurso eletrónico] / Ana Carolina Miranda Spínola


COTA: T/MCD-R 37 SPÍ Rel

 
Página 8 de 657